Raiva: como estabilizar essa emoção?


Para algumas pessoas, estar nervoso passou a fazer parte da sua identidade. É sinônimo de comprometimento, de estar alerta, de manter a velocidade, de pressionar os supostamente acomodados, de estar ocupado com algo importante. Parece até se orgulhar de estar nervoso. Chega a se sentir mais efetivo.

 

Sou nervoso mesmo! Acho que nasci assim! Sempre fui assim, agitado! Impossível ficar calmo nessa situação!

 

Essas afirmações se tornam crenças, como se fossem uma sentença inalterável a determinar os comportamentos. Porém, esses estados irritadiços constantes desequilibram nossa saúde física e mental, provocando atitudes insensatas. O cérebro, apesar de muito eficiente, deixa de ser eficaz quando processa a raiva. A falta do treino mental, faz com que a raiva impeça a clareza do processo decisório, provocando impactos negativos e perturbadores para si próprio e para os outros.

Dispomos de mecanismos que nos alertam sobre os perigos, acionando uma reação imediata, como lutar, ou fugir. Mas, o ritmo de vida que temos adotado, as pressões a que somos submetidos, as inúmeras necessidades que criamos para nós mesmos, a violência urbana, a impessoalidade das relações, entre outras coisas, pode acentuar nossa irritabilidade, desequilibrar nosso emocional e levar o cérebro a disparar este alarme de perigo de forma descontrolada, mantendo-nos em constante estado de estresse, sobrecarregando nossos sistemas, com potencial para nos levar a um estado de pânico.

 

Mas, isso tem solução. Vale a pena praticar esses 5 passos: 

ESCOLHA INTENCIONAL: estudos indicam que cerca de 40% do nosso índice de bem-estar não depende de questões genéticas ou de circunstâncias sobre as quais temos pouco ou nenhum controle, e sim daquilo que escolhemos de forma intencional. 

ESPAÇO DE POSSIBILIDADES: é preciso criar espaços internos e externos, onde as nossas energias possam ser recarregadas e consigamos enxergar que a vida é um campo infinito de possibilidades.

PRÁTICA DIÁRIA: cultivar a calma e a estabilidade emocional precisa se tornar uma prática diária, uma meta pessoal.

 

AUTOOBSERVAÇÃO: ser capaz de se observar, perceber a emoção que foi despertada pelo que aconteceu, estar consciente das emoções que afloram.

PRESENÇA CONSCIENTE: ao perceber qual emoção está aflorando, torna-se possível não reagir impulsivamente e ter consciência do que falamos e fazemos. 

Eu e você, nos confrontamos a todo momento, com o desafio de estar consciente sobre si mesmo, e ser responsável pelas ações de corpo, fala e mente.  Não é fácil praticar este estado de presença consciente. Requer esforço. Mas vale à pena, e ninguém fará isso por você! Portanto, pare de se irritar, e crie soluções inteligentes para suas dificuldades.

Para fazer o download deste conteúdo clique em FAZER DOWNLOAD


material produzido por

Regina Migliori

Regina Migliori

• Regina Migliori dedica-se a desenvolver o nível de excelência e o potencial benéfico das pessoas e suas iniciativas.

• Palestrante, executiva, escritora, mentora, consultora e ativista, seu trabalho é referência em design de modelos inovadores com foco em desenvolvimento humano.

• Fundadora do Grupo Migliori em 1992, organização  cuja missão é desenvolver o potencial inteligente, criativo e benéfico das pessoas, organizações e comunidades tendo entre seus clientes empresas, instituições de educação, governos e organizações internacionais como UNESCO e Banco Mundial.

• Criadora do MindEduca, metodologia para o desenvolvimento de habilidades cognitivas, emocionais e sociais adotada no Brasil e no exterior

• Atua tanto na pesquisa acadêmica, como na implantação de projetos junto a governos, empresas, organismos internacionais e instituições de educação. 

• Sua formação multidisciplinar, seus múltiplos interesses e iniciativas, lhe permitem atuar em diferentes contextos e dialogar com a diversidade de pessoas´: Pós-Graduada em Neuropsicologia pelo CDN-UNIFESP; Certificação em Estudos de Felicidade (CiHS) pela Happiness Studies Academy; Bacharel em Letras e Bacharel em Direito pela Universidade Mackenzie.

• Instrutora em Meditação certificada pelo International Buddhist Academy (Katmandu/Nepal) e pela Fundação Sakya (Espanha), com profundo conhecimento sobre filosofia e psicologia budista, e sua adequação a contextos laicos.

• Realizou estudos e pesquisas sobre práticas contemplativas com Alan Walace, do  Instituto Santa Bárbara de Estudos da Consciência (EUA); com Geshe Lobsang Tenzin Negi,Ph.D da Emory University (EUA); no Mosteiro Sakya Tsarpa Thupten Dekyid Oedbar Ling; The International Buddhist Academy (IBA); The Sakya College;

• Pesquisou sobre práticas contemplativas aplicadas à educação em diversas instituições, entre elas The Sakya Centre; Thubten Namgyal Ling: The Sakya Institute; Tibetan Homes Schools - instituição de educação estabelecida pelo Dalai Lama em 1962.

• É Consultora da UNESCO e do Banco Mundial, Professora nos MBAs da Fundação Getúlio Vargas, Professora da UMAPAZ-Universidade do Meio Ambiente e Cultura de Paz de São Paulo;  Professora convidada na UNIFESP nas áreas de saúde, educação e transdisciplinaridade e na Universidade Lusófona em Lisboa.

• Foi Diretora de Sustentabilidade do CIESP – Federação das Indústria de São Paulo.

• Seu trabalho foi reconhecido como “case" internacional pela Universidade de Toronto, na área de Educação Global. 

• Parceira convidada pelo MediaX da Universidade de Stanford. 

• Articulista em diversos meios de comunicação, autora de livros, programas educativos e comunidades de aprendizagem.


material gratuito

cadastre-se para ter acesso aos conteúdos




FAZER DOWNLOAD

Ainda ficou com dúvidas?

Estamos disponíveis no WhatsApp

011 93024-4005

Nosso time está pronto para atender você

  • Orientamos sobre o curso ou evento que você quer fazer
  • Explicamos sobre as formas de pagamento
  • Esclarecemos sobre as garantias: se não gostar do curso, desista em até 7 dias e devolvemos 100% do seu dinheiro!

Quer começar a transformar seu futuro agora?

Informe seus dados e nossa equipe entrará em contato com você